Ministério da Saúde
 

RBR-22y7p9

Efeito do Fortalecimento Funcional e Analítico na Recuperação Funcional e Motora após Acidente Vascular Cerebral: Ensaio Clínico Randomizado

Data de registro: 17 de Jan. de 2012 às 17:20
Last Update: 23 de Julho de 2014 às 13:32

Tipo do estudo:

Intervenções

Título científico:

pt-br

Efeito do Fortalecimento Funcional e Analítico na Recuperação Funcional e Motora após Acidente Vascular Cerebral: Ensaio Clínico Randomizado

en

Effects of Functional and Analytical Strength Training on Upper-Extremity Motor and Functional Recovery After Stroke: a Randomized, Controlled Trial

Identificação do ensaio

  • Número do UTN: U1111-1127-3128
  • Título público:

    pt-br

    Efeito do Fortalecimento Muscular na Recuperação dos Movimentos do Braço após Derrame Cerebral

    en

    Effect Of Muscle Strengthening on The Upper Limb Motor Recovery After Stroke

  • Acrônimo científico:

  • Acrônimo público:

  • Identificadores secundários:
    • 11-822
      Órgão emissor: Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
    • 0107.0.164.164-11
      Órgão emissor: SISNEP

Patrocinadores

  • Patrocinador primário: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Patrocinadores secundários:
    • Instituição: Hospital Mãe de Deus
  • Fontes de apoio financeiro ou material:
    • Instituição: CNPq - Conselho Nacional de desenvolvimento Cietífico e Tecnológico
    • Instituição: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Condições de saúde

  • Condições de saúde ou problemas:

    pt-br

    Acidente Vascular Cerebral. Anormalidades da marcha e da mobilidade.

    en

    Stroke. Abnormalities of gait and mobility.

  • Descritores gerais para as condições de saúde:

    pt-br

    G00-G99: VI - Doenças do sistema nervoso

    en

    G00-G99: VI - Diseases of the nervous system

  • Descritores específicos para as condições de saúde:

    pt-br

    I64: Acidente vascular cerebral, não especificado como hemorrágico ou isquêmico

    es

    I64: Accidente vascular encefálico agudo, no especificado como hemorrágico o isquémico

    en

    I64: Stroke, not specified as haemorrhage or infarction

    pt-br

    R26: Anormalidades da marcha e da mobilidade

    es

    R26: Anormalidades de la marcha y de la movilidad

    en

    R26: Abnormalities of gait and mobility

Intervenções

  • Categorias das intervenções
    • Other
  • Intervenções:

    pt-br

    Um total de 28 pacientes, de ambos os sexos, com idade entre 18 e 90 anos, com hemiparesia crônica (6 meses após o AVE) serão aleatoriamente distribuídos (por sorteio gerado em computador) em 2 grupos: Grupo I – Fortalecimento Funcional e Grupo II - Fortalecimento Analítico. No grupo I (n=14) os pacientes serão submetidos a um programa de fortalecimento funcional que constará de movimentos funcionais (com objetivo ou alvo claro) ou orientados à tarefa, acrescidos de carga. Os indivíduos que fizerem parte deste grupo permanecerão sentados e deverão elevar objetos de diferentes diâmetros e pesos de uma posição mais baixa (banco posicionado ao lado do membro em atividade que mantenha uma altura em que o cotovelo permaneça estendido ao lado do corpo para o alcance do objeto) a uma posição mais alta (mesa posicionada a frente do paciente com uma altura em que a flexão anterior do ombro atinja 60 graus). As posições serão adaptadas a cada paciente de forma a possibilitarem alinhamento biomecânico ideal. A tarefa funcional será treinada de maneira que sempre que o objeto chegar até o nível da mesa ou do banco ele seja trocado (soltar e pegar) por outro objeto de mesmo peso, porém de outro diâmetro. Os exercícios serão realizados três vezes por semana durante cinco semanas, totalizando quinze sessões. No grupo II (n=14) os pacientes serão submetidos a um programa de fortalecimento analítico, por meio de halteres com diferentes pesos. O movimento treinado será de preensão e elevação do peso por meio de flexão do ombro a 60 graus com exercícios repetitivos (ou seja, sem objetivo funcional) sem soltar os halteres. Os exercícios serão realizados três vezes por semana durante cinco semanas, totalizando quinze sessões. Mascaramento do estudo: aberto.

    en

    Twenty-eigth patients of both sexes, aged between 18 and 90 years with chronic hemiparesis (6 months after stroke) will be randomly (by lottery distributing computer-generated) into 2 groups: Group I - FS(Functional Strengthening and GroupII - FA (Analitical Strengthening. In the group I (n=14), the pacients will submitted a functional strengthening program, which consist of movement or functional task-oriented, plus cargo. Individuals who are part of this group should remain seated and raise objects of different sizes and weights of a lower position (positioned next to the seat member in an activity that remains when the elbow remains extended to the side of the body to achieve the object) to a higher position (table positioned in front of a patient when the shoulder flexion reaches 60 degrees). The positions will be tailored to each patient in order to enable optimal biomechanical alignment. The functional task will be trained so that when the object to reach the level of the table or bank it changed (drop and pick) by another object of the same weight but of different diameter. The exercises are performed three times per week for five weeks, fifteen sessions in total. In the group II (n = 14), the pacients will submitted a program of strengthening analytical, using dumbbells with different weights. The movement will be trained to hold and increase the weight by flexing the shoulder to the 60 degrees repetitive exercises with the dumbbells. The exercises are performed three times per week for five weeks, fifteen sessions in total. Masking: open.

  • Descritores para as intervenções:

    pt-br

    E02.779.483.875: Treinamento de Resistência

    es

    E02.779.483.875: Entrenamiento de Resistencia

Recrutamento

  • Situação de recrutamento: Data analysis completed
  • País de recrutamento
    • Brazil
  • Data prevista do primeiro recrutamento: 2012-02-01
  • Data prevista do último recrutamento: 2012-12-20
  • Tamanho da amostra alvo: Gênero para inclusão: Idade mínima para inclusão: Idade máxima para inclusão:
    28 - 18 - 90 -
  • Critérios de inclusão:

    pt-br

    Seis meses até 5 anos do diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral unilateral; capacidade de compreender instruções simples (Pontuação mínima de 20 no Mini Exame do Estado Mental); não apresentar dor, contraturas ou fraqueza grave na musculatura flexora de ombro (pontuação < 3 no Teste Muscular Manual); e não estar realizando reabilitação do membro superior durante a pesquisa.

    en

    six months to five years since the onset of a unilateral stroke; ability to comprehend simple instructions (Mini-Mental State Examination with a minimum score of 20); no pain, contractures, or severe weakness in shoulder flexion muscles (< 3 in the Manual Muscular Testing); and no upper-limb rehabilitation during this research.

  • Critérios de exclusão:

    pt-br

    Outras doenças neurológicas, neuromuscular ou ortopédicas; comorbidades severas; ou hipertonia severa (pontuação > 3 de acordo com a Escala Modificada de Ashworth)

    en

    other neurological, neuromuscular, or orthopedic disease; severe comorbidity diseases; or severe increase of upper extremity muscular tone(> 3 points according to the modified Ashworth scale).

Tipo do estudo

  • Desenho do estudo:

    pt-br

    Ensaio clínico terapêutico, paralelo, dois braços, unicego, randomizado.

    en

    Therapeutic, parallel, single-blind, randomized clinical trial, two arms

  • Programa de acesso expandido Enfoque do estudo Desenho da intervenção Número de braços Tipo de mascaramento Tipo de alocação Fase do estudo
    Nenhum Treatment Parallel 2 Abrir Randomized-controlled N/A

Desfechos

  • Desfechos primários:

    pt-br

    Avaliar a melhoria do desempenho do membro superior em atividades unilaterais e bilaterais através do Teste de avaliação do membro superior de pessoas idosas (TEMPA - Test d’Evaluatión des Membres Superieus des Personnes Agées)

    en

    To evaluate the improvement of performance of the upper limb in unilateral and bilateral activities through evaluation test of the upper limb of elderly (TEMPA - Test d'évaluation des des Personnes Membres Superieus Agées)

    pt-br

    Os resultados do TEMPA melhoraram para ambos os grupos após o período imediato da intervenção e após 10 meses de seguimento (follow-up). Na análise entre os grupos demonstraram que o grupo FF apresentou uma mudança maior na análise das tarefas unilaterais (taxa de mudança de 43%; p=0.04) e no escore unilateral total (taxa de mudança de 46%; p=0.04), comparado ao grupo FA que apresentou uma taxa de mudança de 13% e 13.5%, respectivamente. Na avaliação do seguimento (follow-up), embora a taxa de mudança tenha sido maior no grupo FF, não foi observada diferença estatisticamente significativa.

    en

    TEMPA scores significantly improved in both groups throughout the intervention period (outcome measures) and at the follow-up. The main between groups analysis demonstrated that the FS group had the largest change in the unilateral task analysis (rate of change of 43%; p=0.04) and in the unilateral total score (rate of change of 46%; p=0.04), compared to the AS group with a rate of change of 13% and 13.5%, respectively. In the follow-up measures, although the rate of change was higher in the FS group, no statistically significant differences were observed.

  • Desfechos secundários:

    pt-br

    Aumento da força muscular dos flexores de ombro no plano sagital avaliado por meio de célula de carga.
    Aumento da força de preensão avaliado por meio do dinamômetro.
    Aumento da amplitude de movimento ativa avaliada por meio de goniômetro manual.
    Aumento do tônus muscular avaliado pela escala modificada de Ashworth.
    Recuperação motora avaliada pela seção de teste de membros superiores da escala de Fugl-Meyer.

    en

    Increased muscle strength of shoulder flexors assessed in the sagittal plane through the load cell.
    Increased grip strength evaluated by dynamometer.
    Increased active range of motion assessed by electrogoniometer.
    Increased muscle tone assessed by the Modified Ashworth Scale.
    Motor recovery assessed by the test section of the upper-extremity Fugl-Meyer scale (UE-FM).

    pt-br

    A análise de variância para a força de preensão manual demonstrou um efeito principal para o tempo (F (1,25) = 12,20, p = 0,002). Ambos os grupos tiveram um aumento da força de preensão após intervenção (grupo FF, p = 0,03 e do grupo FA, p = 0,002) e o efeito se manteve no seguimento após 10 meses. Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos após a intervenção (p = 0,32) e no seguimento de 10 meses (p = 0,7). Não houve diferença entre os grupos para a força de flexão do ombro após a intervenção (p = 0,43) e no seguimento (p = 0,9). No entanto, ambos os grupos apresentaram melhora na força após cada intervenção (FA e FF, p = 0,001) e no follow-up (FA, p = 0,003; FF, p = 0,002). Para ADM ativa do ombro, apenas uma ANOVA de duas vias revelou um efeito significativo de tempo (F (1,25) = 24,95, p <0,01). Não se observou qualquer efeito de grupo ou efeito de interação tempo-grupo. A análise quantitativa do efeito intra-grupo demonstrou uma melhoria de 33% (p = 0,003) no grupo FF e 26% (p = 0,002) no grupo FA após os protocolos de fortalecimento. Este efeito persistiu em 10 meses de seguimento. Nenhuma diferença foi encontrada entre os grupos para a avaliação da recuperação motora (Fugl-Meyer) com o resultado (p = 0,83) ou do seguimento (p = 0,96). Os participantes de ambos os protocolos de intervenção apresentaram uma recuperação motora significativa na extremidade superior parética após intervenção (p = 0,001) e no seguimento (p = 0,001). Avaliação do tônus muscular (escala de Ashworth) demonstrou uma melhoria estatisticamente significativa em ambos os grupos intervenção FF (p = 0,04) e FA (p = 0,03) após intervenção e no seguimento de 10 meses.

    en

    The ANOVA for hand grip strength demonstrated a main effect for time (F(1,25) = 12.20; p=0.002). Both groups had an increased grip strength at the outcome (FS group; p=0.03 and the AS group; p=0.002) and the effect remained at follow-up. No statistically significant differences were observed between groups at the outcome (p=0.32) and follow-up (p=0.7). There was no difference between groups for shoulder flexion strength neither at the outcome (p=0.43) nor at follow-up (p=0.9). However, both groups showed improvement in strength after each intervention (AS and FS, p=0.001) and at the follow-up (AS, p=0.003; FS, p=0.002). For active shoulder ROM, a two-way ANOVA only revealed a significant effect of time (F(1,25) = 24.95; p<0.01). No group or time-group interaction effect was observed. The quantitative analysis of intra-group effect demonstrated an improvement of 33% (p=0.003) in the FS group and 26% (p=0.002) in the AS group after the strength protocols. This effect persisted at 10 month follow-up. No difference was identified between groups for the motor assessment (UE-FM) at the outcome (p=0.83) or follow-up (p=0.96). Participants in both intervention protocols exhibited a significant motor recovery in the paretic upper-extremity at the outcome (p=0.001) and at follow-up (p=0.001). Muscle tone evaluation (Ashworth scale) demonstrated a statistically significant improvement in both FS (p=0.04) and AS (p=0.03) intervention groups at the outcome and at follow-up.

Contatos

  • Contatos para questões públicas
    • Nome completo: Aline de Souza Pagnussat
      • Endereço: Rua Sarmento Leite, 245
      • Cidade: Porto Alegre / Brazil
      • CEP: 90050-170
    • Fone: +55(51)3303-8776
    • E-mail:
    • Filiação: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
    • Nome completo: Aline Souza Pagnussat
      • Endereço: Rua Castro Alves, 341 ap 104
      • Cidade: Porto Alegre / Brazil
      • CEP: 90430-131
    • Fone: +55(51)8114-5620
    • E-mail:
    • Filiação: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
    • Nome completo: Patrícia Graef
      • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 1210 / 405
      • Cidade: Porto Alegre / Brazil
      • CEP: 90150-004
    • Fone: +55(51)9398-6464
    • E-mail:
    • Filiação: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
     
  • Contatos para questões científicas
    • Nome completo: Patrícia Graef
      • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 1210 / 405
      • Cidade: Porto Alegre / Brazil
      • CEP: 90150-004
    • Fone: +55(51)9398-6464
    • E-mail:
    • Filiação: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
     
  • Contatos para informação sobre os centros de pesquisa
    • Nome completo: Patrícia Graef
      • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 1210 / 405
      • Cidade: Porto Alegre / Brazil
      • CEP: 90150-004
    • Fone: +55(51)9398-6464
    • E-mail:
    • Filiação: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
     
Revisão Anterior

Links adicionais:

 
OpenTrials v1.2